Bonsai

Cuidados com bonsai de amoreira

Posição: A Amoreira é uma planta de exterior, muito resistente; é comum no meio do verão as folhas ficarem queimadas pelo sol. O Bonsai de Amora gosta de receber sol diretamente nas folhas. Para se desenvolver e ter uma boa saúde, o bonsai precisa de, no mínimo, 2 horas de sol diariamente, podendo ficar exposto nos períodos da manhã e da tarde.

Rega: Embora resistente ao sol, as folhas da Amoreira se desidratam facilmente; isto contribui para que a planta tenha um elevado consumo de água. O Bonsai de Amoreira deve ser regado somente quando a terra do vaso estiver quase seca. Mas atenção: se a umidade do ar estiver baixa e a temperatura acima de 20 °C, a planta precisa ser regada todos os dias.

Alimentação: A Amoreira deve ser adubada da primavera ao verão, e não durante o inverno. Os adubos mais indicados são os ricos em Fósforo (P), pois este é o elemento responsável pela frutificação e formação das sementes.

Poda: Devido às grandes dimensões das folhas da Amoreira, devemos ter muito cuidado para que elas não se alonguem. Podas regulares ajudam a manter as folhas com tamanhos reduzidos, mas é preciso deixar que se desenvolvam até um tamanho mediano, para que o seu Bonsai possa produzir os frutos, as amoras.

Transplante: Faça o transplante do seu Bonsai de Amoreira a cada dois anos, antes da brotação na primavera. O solo deve ser rico em matéria orgânica, mas bem drenante ao mesmo tempo, o que pode ser conseguido com o uso de 40% de cascalho ou areia grossa. A poda das raízes é essencial, devendo ser limitada a 1/3 delas.

Propagação: A Amoreira é propagada por sementes, enxertia ou, principalmente, estaquia.

Sobreo Autor

mariana fonseca

mariana fonseca

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário